99 99107-5401 / 98117-0791

Notícias

Home > Destaques > Em entrevista exclusiva, Egídio Madson…

Em entrevista exclusiva, Egídio Madson faz convite ao “Festival da Juventude”

Por: REDAÇÃO CUXÁ

14/08/2019

 

Por já possuir um histórico de luta pelos direitos juvenis, especialmente no Ensino Médio, Egídio Madson Maranhão Oliveiro Júnior, ex-presidente do Grêmio Estudantil no Centro de Ensino Maria Casimiro Soares-Minhocão está agora desenvolvendo o projeto “Festival da Juventude”. E é sobre isso, que o jovem fala em entrevista concedida ao nosso Portal. Confira.

PORTAL CUXÁ: Aqui com Egídio Madson, organizador do “Festival da Juventude”. O que é e como se desenvolverá esse festival?

Egídio Madson: O nosso Festival da Juventude é uma mistura de raças, cores e uma diversidade ideológica. Quando se fala em juventude, se fala em trabalhar políticas públicas. Porque nossa juventude tem de ser bem realista. Nós não temos um local adequado, uma área adequada. Sem contar que em outras cidades a juventude é bem mais valorizada que aqui na nossa cidade. Temos que trabalhar com pé no chão. A nossa juventude hoje está um pouco esquecido pelo Poder Público. Nós estamos realizando esse evento, independentemente de lado A ou B ou de alguma questão política. A única coisa que a gente integra nesse projeto, foi uma aprovação do Projeto de Lei do vereador Coronel Egídio, que socializa o Dia Municipal da Juventude, que através desse projeto que a gente tenta implantar essa data. Nós já estamos no segundo ano e que a gente tem como obrigação está tratando o jovem com políticas públicas, como já tenho falado.

PORTAL CUXÁ: Quando e como será ? Explica para nossos leitores.

Egídio Madson: Começa dia 22, 23 que é o grande festival com mistura de raças, cores e culturas. E dia 24. Convidei também as quadrilhas juninas. Então vai ser uma mistura. Então o nosso município precisa abranger mais essa área da juventude. Teve um jovem que me incentivou enquanto presidente do Grêmio Estudantil no “Minhocão”, o Adenilson, que inclusive já faleceu e faremos uma grande homenagem pra ele. Ele me dizia uma coisa: “Egídio, tu tem que mostrar à juventude, a força, o poder e o potencial que ela tem”. Então, nosso festival é um festival pequeno, não vai ter bebida alcóolica. Nós vamos mostrar a realidade dos jovens. O que o jovem quer hoje, o que o jovem quer amanhã. E nós temos que ser sinceros: o jovem quer tudo muito rápido!

PORTAL CUXÁ: Você falou de um Projeto de Lei e sabemos que em Bacabal há muita deficiência no quesito Políticas Públicas à Juventude por parte do Poder Público, como você vê essa questão?  

Egídio Madson: Olha, o Poder Público é uma peça fundamental para nossa juventude da cidade. Na minha concepção é que tinha de haver um olhar diferenciado. Eu cito aqui a Secretaria de Juventude. Ela deveria trabalhar mais.

PORTAL CUXÁ: Egídio, nós já conhecemos um pouco do seu histórico. Você sempre teve uma atuação frente ao Grêmio Estudantil no Centro de Ensino Casimiro Soares-Minhocão e a pergunta que faço é: o que você pôde aprender ali na atuação do Grêmio Estudantil, qual o aprendizado adquirido e a experiência que você traz?  

Egídio Madson: Olha, a escola é a  base de tudo, porque ela ensina a gente a trabalhar de uma forma do que a gente não tem. Porque tenho que ser sincero, a realidade de uma escola hoje no Brasil é um pouco delicada. Então, na minha escola eu aprendi isso: vamos trabalhar com o que temos! Então convido a juventude: vamos nos unir, fazer o evento da maneira que a gente pode fazer.

PORTAL CUXÁ: Em termos culturais, quais as participações?  Quais grupos de dança, teatrais, bandas? Gostaria que você especificasse isso para nós.

Egídio Madson: Eu convidei vários grupos, mais de 12 grupos. Convidei pessoal da Umbanda, das igrejas e também convidei grupos de dança.. Porque realmente nós vamos fazer uma mistura, temos que “aglobar” de um modo geral, sem distinções de culturais, religiosas ou de qualquer raça. Porque a juventude é isso.

O Festival da Juventude é um evento que tem por objetivo a integração de jovens de forma mais abrangente na sociedade, visando atender suas necessidades no contexto sociocultural e combater a carência na participação dos mesmos no desenvolver da cidade.

O QUÊ? Festival da Juventude

LOCAL? Praça do Bolo

DATA: 22,23,24 de agosto

HORÁRIO:  18h

 

 



Visualizado 159 vezes.