99 99107-5401 / 98117-0791

Economia

Home > Economia > Maranhão tem o etanol mais caro do…

Maranhão tem o etanol mais caro do Nordeste

Pelo segundo mês consecutivo, o preço dos combustíveis subiu nos postos da Região Nordeste, mostra o levantamento de abril do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). A gasolina registrou alta de 2,2% com o litro comercializado a R$ 4,656 e o preço do etanol avançou 2,8%, em relação à média de março. O combustível se destaca em Pernambuco, onde o aumento foi de 9%, o maior reajuste registrado em todo o País.

“Quando analisamos a variação do etanol na região, percebemos que ficou um pouco acima da média nacional, que foi de 2%. Já a diferença de preços entre os Estados chama a atenção, ao apresentar variação de até 14%, quando comparamos o menor valor apontado na Paraíba, de R$ 3,419, com o mais caro, localizado no Maranhão, onde o litro foi vendido a R$ 3,89”, comenta o Diretor-Geral de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau (Jurb).

No recorte local, Piauí teve o registro do maior preço médio da gasolina, R$ 4,799, ante os R$ 4,39 dos postos de Paraíba. Por lá, o gás veicular natural (GNV) foi o mais caro da região, vendido a R$ 3,729, valor 38% maior que o dos postos de Pernambuco, onde o combustível ficou na média de R$ 2,699.

Os postos de Pernambuco também se destacaram com o menor preço médio do diesel S-10, com o litro vendido a R$ 3,649, ante os R$ 3,86 do Ceará e do Rio Grande do Norte, que dividem a posição de mais caros. A Bahia lidera o ranking do diesel comum mais barato, com o litro a R$ 3,672, valor 4% menor que o vendido em Sergipe, a R$ 3,808. Em Alagoas, a gasolina apresentou reajuste de 2%, vendida a R$ 4,599, e o etanol, de 1%; no Estado, o litro foi comercializado a R$ 3,60, ante os R$ 3,56 de março.

No contexto nacional, abril foi mais um período de aumento nos preços dos combustíveis, com exceção do gás veicular natural (GNV). A gasolina, com o litro vendido em média a R$ 4,587, e o etanol, a R$ 3,633, apresentaram alta de 3,2% e 2%, respectivamente. Com o diesel e o diesel S-10, não foi diferente: aumento médio de 1%, nos postos de todo o País. Na contramão do reajuste, o GNV recuou 0,36%, comercializado a R$ 3,295.

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que traz grande índice de acerto devido à quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com 25 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras a fim de simplificar os processos diários.

FONTE:https://oimparcial.com.br/cidades/2019/05/maranhao-tem-o-etanol-mais-caro-do-nordeste/

 



Visualizado 94 vezes.