99 99107-5401 / 98117-0791

Notícias

Home > Destaques > ENTREVISTA: Diretor do SAAE, Carlos…

ENTREVISTA: Diretor do SAAE, Carlos Alberto Martins, fala ao Portal Cuxá sobre dívidas e outros desafios encontrados no sistema de abastecimento de Bacabal

Por REDAÇÃO CUXÁ

13 de setembro de 2019

 

Na manhã desta sexta-feira (13), o Portal Cuxá esteve com o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), empresa que fornece os serviços de captação e distribuição de água na região de Bacabal para conversar sobre os problemas no abastecimento. Assim, o Portal Cuxá, concedeu o direito de resposta à empresa de abastecimento sobre a ausência vivenciada nos últimos dias pelo município.

O atual diretor do SAAE, Carlos Alberto Martins é graduado em Engenharia Elétrica, com especialização em Engenharia de Saneamento, Gestão de projetos, Engenharia de Produção e Gestão Empresarial para Formação de Líderes, assumiu a diretoria da empresa de serviços de captação no dia 12 de agosto do corrente ano.

Durante a entrevista, Carlos Alberto mencionou que “historicamente a companhia do município foi dirigida muitas vezes de forma imprópria para o nosso ramo de atividade e isso complica a vida da organização. O SAAE de Bacabal logo vai estar no ranking dos melhores, é esse o nosso propósito.”.

PORTAL CUXÁ: Ouvimos a população, e entendemos que e um problema  problema antigo, e velho conhecido de vários bairros. Isso tem sido verificado?

Carlos Alberto: Nós temos cadastrado em termos de atendimento, de trinta a quarenta bairros. Estamos com ponto crítico em três bairros, logo a taxa de ocorrência não chega a ser um valor alarmante. Claro que é preciso corrigir todos os pontos, fazer com que a água seja democratizada, que seja distribuída por igual para todos os cidadãos. Todos os cidadãos têm direito de receber esse serviço fundamental.

PORTAL CUXÁ: Quais ações estão previstas para reparo dos problemas e evitar que situações como essas ocorram novamente?

Carlos Alberto: Nós estamos fazendo uma modelagem completa de toda a empresa, sobre todos os aspectos: técnicos, tecnológicos, gestão administrativa e financeira. Aspecto comercial para garantir o equilíbrio, e, sobretudo à sustentabilidade para que o SAAE possa se manter. Estamos trabalhando nessa organização, os pontos mais críticos foram mapeados, a gente está interagindo inclusive com o poder público municipal. Nessa área de transparência, que é uma obrigação nossa, a gente já fechou um caixa aqui dentro. Arrecadação não é nossa expertise, nossa expertise é tratar a água e distribuir, esse é o nosso papel principal.

Com relação aos projetos, temos ações de curtíssimo prazo que é reabilitar o sistema existente, paralelamente, nós já estamos conduzindo ações fortes e bem definidas no sentido de dá mais robustez a ele e até ampliar um pouco a nossa potencia. E a médio/longo prazo, nós já estamos com um planejamento para aplicar a universalização da distribuição de água em Bacabal. Nós estaremos trabalhando com uma forte adequação e ampliação do sistema para que possamos atender Bacabal todo a partir do rio Mearim, que é o correto, recomendado pelo conselho nacional do meio ambiente.

PORTAL CUXÁ: Nos últimos anos, ocorreram casos de interrupção na distribuição de água, ocasionadas por corte de energia. O SAAE possui dívidas com a CEMAR?

Carlos Alberto: Dentro do nosso processo de transparência para com o serviço público, fizemos uma avaliação, e identificamos que não temos dívidas apenas com a CEMAR, mas também com distribuidores. Mapeamos tudo isso, fizemos as ponderações e estamos negociando. Prometo que em breve o SAAE terá toda autonomia de comprar em qualquer lugar sem nenhum problema. Quando o mercado não nos atende, é porque não temos respeito o suficiente, isso é coisa que está nos preocupando, já fizemos uma reunião, para negociar toda dívida que existe.

Por fim, o atual diretor da SAAE, concluiu a sua fala ressaltando que “quando eu estava na gerência regional de São João dos Patos, me veio o convite para uma coisa que eu gosto de fazer. Fui atraído pela paixão ao saneamento municipal, apenas por isso. Tenho a ganhar experiência e convivência com o povo de Bacabal, que estou admirando. E a gente tá aí, disposto a trabalhar com vocês para que possamos fazer o melhor.”.

 



Visualizado 73 vezes.