99 99107-5401 / 98117-0791

Saúde

Home > Destaques > ENTREVISTA: Coordenadora de Imunização…

ENTREVISTA: Coordenadora de Imunização do Município esclarece rumores sobre primeiro caso de sarampo em Bacabal

POR: REDAÇÃO CUXÁ

09/10/2019

O Ministério da Saúde estipula que levará cerca de seis a oito meses, para controlar o surto de sarampo que já atingiu  18 estados do país. Ainda que 97%  dos casos tenham sido registrados na cidade de São Paulo, todos estão suscetíveis à doença.

Em busca de esclarecimentos sobre os riscos existentes, o Portal Cuxá esteve na Secretaria de Saúde do Município de Bacabal (SEMUS) conversando com a enfermeira Vilma Macêdo, Coordenadora de Imunização. Confira:

Portal Cuxá: No último final de semana, circulou nos grupos de WhatsApp o boato de que teria ocorrido um caso de sarampo na cidade, gerando certa preocupação na população. Alguém realmente foi infectado?

Vilma Macêdo: Nós temos um caso suspeito. A secretaria precisa notificar qualquer suspeita, mas ainda não foi dado como certo esse caso aqui em Bacabal. É uma criança de um ano e dois meses, ela foi vacinada e está sob investigação. Vamos acompanhar essa criança durante trinta dias, mas nenhum caso a mais apareceu.

Portal Cuxá: Quais são as ações previstas para os próximos meses, no que diz respeito à prevenção do sarampo?

Vilma Macêdo: A campanha nacional de vacinação contra o sarampo começou segunda-feira. Vai do dia 7 ao dia 25 para todas as crianças de 6 meses a menor de 5 anos, e no mês de novembro terá também para os adultos jovens de 20 a 29 anos, do dia dois até o dia 30 de novembro. Nesse mês outubro, o dia D da campanha da criança será dia 19, onde todas as Unidades de Saúde vão estar abertas o dia todo. E deixando bem claro, quem já foi vacinado não precisa vacinar outra vez, porque já está imunizado. Só vai ser vacinado quem nunca recebeu a dose do tríplice viral.

Portal Cuxá: Quais sintomas podem ser apresentados, demonstrando suspeita de sarampo? Qual iniciativa é recomendada nessas situações?

Vilma Macêdo: Os sinais e sintomas do sarampo são coriza, tosse e conjuntivite. São os três primeiros sintomas. E o exantema, que é a pele toda vermelhinha cheia de carocinho como se fosse uma alergia. Esse paciente ou essa mãe, deve ir direto para Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua casa pra ser avaliada pelo enfermeiro ou pelo médico da unidade. A partir daí a secretaria de saúde vai tomar todas as providências.

Atente aos dias de vacinação e à faixa etária do público alvo:



Visualizado 95 vezes.